Diáconos da Diocese de Jundiaí -Brasil assistem teleconferência sobre evangelizar no mundo conectado

Foi o último encontro de formação do ano na Diocese de Jundiaí, o primeiro feito por via eletrônica, com mais de 35 participantes, incluindo esposas

Diácono Pedro Fávaro Jr.

A Comissão Diocesana de Diáconos (CDD) de Jundiaí promoveu, no sábado 12 de dezembro, Festa de Nossa Senhora de Guadalupe, a primeira reunião geral de formação de diáconos e esposas feita por teleconferência, sob a presidência de Dom Vicente Costa e a coordenação do diácono Irvando Luiz Ferreira Silva, presidente da CDD. O tema foi «Como evangelizar no mundo conectado» e o palestrante padre Milton Rogério Vicente, responsável pelo jornal O Verbo, porta-voz da Diocese e diretor espiritual do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Desterro. Participaram 35 diáconos, dos 70 na ativa, além de um número considerável de esposas.

Padre Milton destacou a importância da presença da Igreja nas redes sociais e no mundo das plataformas tecnológicas, mas advertiu que o protagonismo da evangelização só ocorre por obra do Espírito Santo e pelo testemunho fiel dos cristãos, sejam eles leigos, leigas ou clérigos – bispos, padres e diáconos.

«Nós não somos artistas falando para uma plateia», advertiu. «Nossa preocupação não deve ser com a audiência, com a plateia. Não estamos num palco. Nós anunciamos a vida, o perdão dos pecados, o amor incondicional de Jesus Cristo. E para além do anúncio desta boa notícia, do Evangelho, nossa fala, nossos posts e fotos, nossa presença no altar ou onde quer que seja precisa ratificar, dar testemunho daquilo que anunciamos. Se houver contradição, nossa comunicação é ineficaz, inútil», alertou lembrando que os cristãos são «cidadãos dos céus», responsáveis por tornar a vida no mundo melhor e mais justa, fazendo prevalecer a verdade, a paz e o amor.

«A preocupação dos bispos, padres e diáconos deve ser com o mandado de Jesus: ‘Ide pois e fazei discípulos em todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar tudo que vos ordenei'» (Mt 28,19.20a), explicou o sacerdote, exortando os diáconos a estudarem o documento “Instrução sobre a Conversão Pastoral da Comunidade a serviço da Missão Evangelizadora da Igreja”, da Congregação para o Clero do Vaticano.

Dom Vicente apresentou e deu a palavra ao diácono Moacyr De Paula e à sua esposa Myriam, acolhidos recentemente na Diocese de Jundiaí, vindos de Caraguatatuba, onde foi ordenado Moacyr, que é médico. O diácono contou que é natural de Jundiaí e exerceu sua profissão na cidade até aposentar, quando mudou com a esposa para o Litoral Norte, onde viveram até recentemente. Ele e a esposa agradeceram a acolhida do bispo e dos irmãos de ministério e esposas, representados pela presidência da CDD. O diácono Moacyr deve atuar junto à Paróquia Frederico Ozanam e dom Vicente pensa em usar a experiência dele, na área médica, para aperfeiçoar os trabalhos da Capelania Hospitalar sob o comando de padre Clóvis Wilson Fontenla.

No final da reunião o presidente da Comissão Diocesana dos Diáconos, diácono Irvando comentou: “A reunião foi ótima e com muito conteúdo sobre o tema. O número de participantes poderia ter sido maior, mas, como primeiro encontro virtual, foi uma experiência muito boa”.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Las siguientes reglas del RGPD deben leerse y aceptarse:
Este formulario recopila tu nombre, correo electrónico y e contenido para que podamos realizar un seguimiento de los comentarios dejados en la web. Para más información revisa nuestra política de privacidad, donde encontrarás más información sobre dónde, cómo y por qué almacenamos tus datos. Si das tu consentimiento entendemos que estas de acuerdo con nuestra política de protección de datos.